A Sociedade de Gastroenterologia da Bahia (SGB) e a Associação de Gastroenterologia do Rio de Janeiro (AGRJ) realizaram nesta terça-feira, dia 1º, sessão científica online em conjunto. A ação faz parte de um estreitamento de laços entre as federadas da FBG e foi o último evento do Dr. Antônio Carlos Moraes na presidência da AGRJ.

O evento teve início com o próprio Dr. Antônio Carlos Moraes, que ressaltou a honra de ter trabalhado nos dois últimos anos com o Dr. Bruno César da Silva, presidente da Sociedade de Gastroenterologia da Bahia (SGB) e destacou a sua forma atuante de levar a gastroenterologia para o interior da Bahia:

“Dr. Bruno César conseguiu disseminar conhecimento, fazer vários eventos e foi extremamente atuante como parceiro da AGRJ e vai ser uma honra tê-lo no mandato do querido Dr. Sergio Pessoa (CE), onde estaremos juntos na diretoria da FBG, gestão de 2023/2024”, disse.

Após a abertura, Dr. Antônio Carlos explicou que a sessão científica conjunta propõe uma revisão sobre Doença Inflamatória Intestinal, especificamente sobre Doença de Crohn, seguida da apresentação de um caso clínico.

Dr. Bruno César da Silva (BA) abordou o tema Estratégias de Tratamento da Doença de Crohn, apresentando um caso clínico, bastante comum, de uma paciente que acompanha em seu consultório.

Segundo ele é extremamente importante aprender mais sobre a história natural dessa doença, além do tratamento precoce dos pacientes, para melhorar os resultados terapêuticos.

“Quanto mais precocemente se iniciar o tratamento intensivo com terapia combinada, e utilizando as ferramentas apropriadas, melhor se estará tratando a fase inflamatória da doença. Já se o tratamento for ineficaz acabará gerando danos irreversíveis na vida do paciente”, afirmou.

Em seguida, Dr. Antônio Carlos apresentou outro caso clínico com a moderação da Prof. Ana Teresa Pugas, que será a 1ª mulher a ocupar a presidência da AGRJ (biênio 2023/2024). Dr. Carlos Brito, pesquisador da FioCruz e Professor da Universidade Federal de Pernambuco, foi o debatedor. Infelizmente, o Dr. Fernando Every (SE), que seria um dos debatedores, teve uma intercorrência e não pôde participar.

“Eu acho que em um encontro como esse o mais importante é a gente extrair de colegas tão experientes como Prof. Carlos Brito e Profa. Ana Teresa a experiência pessoal deles no dia a dia”, destacou Dr. Antônio Moraes.

Após a apresentação do caso clínico, houve um debate com as perguntas dos participantes sendo feitas pelo chat.

A transmissão foi feita pelo Zoom e pela página da AGRJ no Facebook e contou com participantes do Brasil inteiro.

CONFIRA ÍNTEGRA DO EVENTO