A Associação de Gastroenterologia do Rio de Janeiro realizou nesta segunda-feira, dia 26, webinar sobre Mucosa Gástrica da atrofia a displasia: princípios, importância e conduta na prática clínica.

O evento reuniu cerca de 120 participantes e foi transmitido pelo Zoom e pela página da AGRJ no Facebook.

Ao iniciar o webinar, o Dr. Antônio Carlos Moraes, presidente da associação, deu as boas-vindas aos presentes, ressaltou a excelente escolha dos palestrantes e passou a palavra ao seu sucessor (gestão 2021/2022) e moderador da sessão, Dr. Bernardo Junger (membro titular da FBG e coordenador do ambulatório de Doenças Inflamatórias Intestinais do Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE)).

“Queria agradecer ao nosso querido presidente Antônio Carlos pelo convite tão amigável. Parabenizo por mais esse evento científico nesses tempos difíceis e por manter esse compromisso da AGRJ com a educação médica continuada. Esse é um tema fundamental na nossa prática diária e a gente sente a importância da sintonia do gastroenterologista clinico, do endoscopista e do patologista para o bem-estar do paciente. Nós sabemos que o câncer gástrico continua sendo o 5º câncer mais comum globalmente e a 3ª causa de morte por câncer no mundo. Quando se fala de vigilância dessas lesões pré-cancerígenas há controvérsias entre os principais guidelines americanos e europeus. Então, é uma oportunidade excelente de ouvir dois colegas especialistas nacionais: Dr. Décio Chinzon e Dra. Elisa Baba, que são referência na área”, destacou Dr. Bernardo Junger ao anunciar os palestrantes.

O primeiro convidado foi o presidente eleito da FBG, Dr. Décio Chinzon, que abordou a visão clínica do tema: “Das alterações pré-neoplásicas desde a atrofia até o Câncer Gástrico e sua prevenção.” Ele é Doutor em Medicina pela FMUSP e Professor assistente da disciplina de Gastroenterologia clínica (HCFMUSP).

Na sequência, Dra. Elisa Baba, médica assistente do Serviço de Endoscopia Gastrointestinal do Hospital das Clínicas, apresentou o tema sob a visão da endoscopia e da patologia, abordando os aspectos endoscópicos da atrofia à displasia. Ela também é médica do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo e possui fellow tanto em endoscopia, como em patologia, no Japão.

Após as apresentações, Dr. Bernardo Junger promoveu um amplo debate a partir das diversas perguntas enviadas pelo chat do Zoom e pelos comentários do Facebook.

CONFIRA O WEBINAR NA ÍNTEGRA